Guia para visitar a pitoresca Vila de Óbidos & Nazaré

Sítios para visitar no nosso país não faltam, falta é muitas vezes vontade ou de tempo! Mas tão perto de Lisboa, fica a pitoresca Vila de Óbidos, que decidimos visitar no último fim-de-semana. Acrescentámos à nossa viagem, a Nazaré, um pouco mais acima.

Vila de Óbidos é fotogénica em quase todos os cantos

COMO CHEGAR A ÓBIDOS

A pouco mais de uma hora, via autoestrada A8, fica Óbidos. Não parecia tão perto, mas é. Faz-se bem numa Tour de um dia para lá e para cá, até porque esta autoestrada é tranquila, e em geral, tem menos trânsito que por exemplo a A1.

Portagens A8 Lisboa – Óbidos: 4,85€ para cada lado. 

Como estávamos com tempo, decidimos estender a nossa visita à Nazaré, pois o Rudi queria muito ver o local das Ondas Gigantes, embora esta não seja a época de grande ondas, mas há na mesma grandes enchentes de turistas.

A PITORESCA VILA DE ÓBIDOS

Das mais belas (e pitorescas) Vilas de Portugal. Com ruas e ruelas, cheias de flores, coloridas e muito típicas de Portugal. Óbidos teve uma importância estratégica no território, já ocupada antes de os romanos chegarem à Península Ibérica, a vila tornou-se mais próspera a partir do momento em que foi escolhida pela família real. Foi reconquistada aos Mouros, em 1148 por D. Afonso Henriques.

Cada canto, cada click!

O bonito de Óbidos é mesmo deambular pelas suas ruas, e passar pelas imensas lojinhas de artesanato e produtos típicos. Para quem gostar, não pode perder a típica ginginha em copo de chocolate (eu como não aprecio, não fiz essa paragem).

Lojinhas de perder a cabeça! Esta foi a minha favorita , onde acabei por comprar alguns acessórios para a casa.

Detalhes do que encontramos na Loja

Das primeiras lojas onde entrámos. Embora a maioria esteja voltada para o turista, vale a pena investir em alguns acessórios de decoração

Destaco alguns pontos de interesse:

  • Ruas Típicas

Acho do que vale mais a pena, é passear pelas ruas e apreciar cada canto. Por todo o lado há ginga de óbidos, lojinhas, flores, restaurantes, cafés e muitos sítios para fotografar.

  • Igreja Matriz de Santa Maria

O Centro da Vila e a principal Igreja de Óbidos. Foi outrora uma Mesquita, mas reconvertida ao cristianismo em 1148, após D. Afonso Henriques ter conquistado a vila!

  • Igreja de São Pedro

Das imensas igrejas que encontrámos pelo caminho, esta foi a minha favorita. Infelizmente não deu para visitar o interior.

Igreja de São Pedro

  • Biblioteca na Igreja de Santiago

Já a chegar ao Castelo, encontrámos esta igreja, que surpreendentemente o seu interior, foi transformado em livraria e biblioteca.

COMO CHEGAR À NAZARÉ

Ainda pensámos visitar Peniche, mas o Rudi queria ir mesmo à Nazaré. Como terminámos a nossa visita a Óbidos mais cedo que o que pensávamos, e era cedo, arrancámos até à Nazaré, via autoestrada A8.

A apenas 30/40 minutos de carro, pusemo-nos lá.

Portagem A8 Óbidos – Nazaré: 2,20€ para cada lado.

VISITAR A NAZARÉ

Bem sei que a Nazaré tem muito mais que ver, mas o queríamos mesmo visitar, era a zona do Sítio da Nazaré e do Farol da Nazaré.

Vista panorâmica sobre a Nazaré

  • Sítio da Nazaré

Para conhecer o Sítio, é necessario conhecer também, a Lenda da Nazaré:

“Conta a Lenda da Nazaré que ao nascer do dia 14 de Setembro de 1182, D. Fuas Roupinho, alcaide do castelo de Porto de Mós, caçava junto ao litoral, envolto por um denso nevoeiro, perto das suas terras, quando avistou um veado que de imediato começou a perseguir. O veado dirigiu-se para o cimo de uma falésia. D. Fuas, no meio do nevoeiro, isolou-se dos seus companheiros. Quando se deu conta de estar no topo da falésia, à beira do precipício, em perigo de morte, reconheceu o local. Estava mesmo ao lado de uma gruta onde se venerava uma imagem da Virgem Maria com o Menino Jesus. Rogou então, em voz alta: Senhora, Valei-me!. De imediato, miraculosamente o cavalo estacou, fincando as patas no penedo rochoso suspenso sobre o vazio, o Bico do Milagre, salvando-se assim o cavaleiro e a sua montada da morte certa que adviria de uma queda de mais de cem metros.

D. Fuas desmontou e desceu à gruta para rezar e agradecer o milagre. De seguida mandou os seus companheiros chamar pedreiros para construírem uma capela sobre a gruta, em memória do milagre, a Ermida da Memória, para aí ser exposta à veneração dos fiéis a milagrosa imagem.”

Fonte: Wikipédia

Precipício onde D. Fuas Roupinho parou o cavalo e de onde quase caiu!

Mesmo ao lado do Sítio, encontra-se a Capelinha da Nossa Senhora da Nazaré:

Entrada da Capela da Nossa Senhora da Nazaré

Nossa Senhora da Nazaré

Ainda neste local, encontra-se outro facto curioso, que eu também desconhecia, uma Cruz que tem um significado especial:

Sítio da Nazaré

Então a cruz ali existente, simboliza e de certa forma homenageia Vasco da Gama, que antes e depois da sua primeira viagem à Índia, foi rezar à Nossa Senhora da Nazaré. Sabiam?

Pormenor da Cruz no Sítio da Nazaré

  • Farol da Nazaré | Grandes Ondas

Em 2011, Garret McNamara entrou para o Guiness Book of Records, após ter surfado uma onda de 23,77 metros. Em Janeiro de 2019, McNamara bateu novo record e surfou uma onda calculada em 34 metros!

Estes feitos foram trazendo cada vez mais curiosos e surfistas, em busca das melhores ondas. Desde então, Nazaré passou a estar no mapa e tem as maiores ondas do mundo.

Quando se entra nesta “porta”, vamos descendo em direcção ao Farol, de onde é possível assistir às grandes ondas.

Actualmente paga-se 1€ de entrada. Desta vez não entrámos, porque como não haviam ondas não fazia muito sentido (mesmo sendo tão barato) estarmos a entrar. Para além da ventania. Fica para uma próxima, para testemunharmos as grandes ondas!

No caminho até ao Farol ainda encontramos uma Estátua em Homenagem à Lenda da Nazaré, bem como a alusão ao Surf que ali existe, das Ondas Gigantes.

Veado – Autoria de Agostinho Pires e realizada pela escultora Adália Alberto

Segue-me também nas redes sociais e vai acompanhando todas as minhas viagens: no Instragram e no Facebook

___________________________________________________________________

 

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares através dos meus links não terás nenhum custo adicional e ajudas-me a manter este blog ativo 🙂

____________________________________________________________________

GOSTASTE DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »