9 coisas a não perder na Vila de Sesimbra

Sesimbra está mesmo aqui ao lado de Lisboa, e muitas vezes, por preguiça, esquecimento, falta de tempo, o que seja, nem aproveitamos o que de melhor existe nas redondezas. A minha, irmã como ganhou uma estadia de duas noites no Hotel do Mar, convidou-me (obrigada!!!), e lá fomos nós passar o fim-de-semana. Neste artigo, preparei um top de 9 coisas a não perder na Vila de Sesimbra, num fim-de-semana!

Antes de começar com as dicas, em primeiro lugar, o objectivo deste fim-de-semana seria o de não pegar no carro (objectivo cumprido!). Fomos para Sesimbra para descansar e aproveitar o que a Vila tem para oferecer, por isso as dicas que aqui vou dar foram todas feitas a pé durante o fim-de-semana. Uma vez que cada vez mais procuro não usar muito o carro, acho que este fim-de-semana foi o ideal para fazer isso!

Onde ficar ?

Sesimbra fica a pouco mais do que 40 minutos de carro de Lisboa (sem trânsito!), pelo que é uma escapadinha perto de Lisboa e rápido de se chegar. Obviamente que é possivel ir e vir no mesmo dia, mas porque não, fazer algo diferente e ficar o fim-de-semana?

Nós ficámos no Hotel do Mar, com regime de pequeno-almoço incluído. O carro ficou estacionado no parque do Hotel (gratuito), pelo que não nos preocupamos mais com ele.

Entrada para o Hotel do Mar quem vem da Avenida Marginal

O Hotel dividido em duas alas (a mais recente e mais antiga), é enorme e dá um ar super de férias, mesmo que tenha sido só dois dias!

Este Hotel fica mesmo virado para a rua principal, e todos os quartos são virados para a praia, e é muito bem localizado.

Foto panorâmica da vista do nosso quarto

O Hotel do Mar tem duas piscinas, uma interior e outra exterior, e foi nessa que passamos grande parte do tempo. A água da piscina era gelada, e tinha um buraco de 4,70m no meio. Um bocadinho assustador, mas basicamente é usado para os cursos de mergulho.

9 coisas a não perder na Vila de Sesimbra

1. Aproveitar a Praia do Ouro ou a Praia da Califórnia

Não costumando eu vir para estes lados, diria que a praia que mais me chamou atenção foi a Praia do Ouro. Menos gente, menos confusão, igualmente bonita à Praia da Califórnia, mas a do Ouro, efectivamente, com menos gente. Estas praias, ficando numa baía, têm o mar muito calmo, e um areal bem espaçoso. A água é que podia ser assim só um bocadinho mais quente…

2. Passear na Avenida Marginal

Com uma avenida marginal que nos transporta para ambientes tropicais, assim é Sesimbra. Uma longa avenida entre a praia e muitos cafezinhos. Vale a pena o passeio, seja de dia, seja de noite!

3. Andar pelas ruas da Vila

Deixar-nos andar pelas ruas, é a melhor forma de irmos conhecendo.

4. Descobrir a arte de rua em cada canto

Não tinha ideia que Sesimbra tinha tanta arte de rua. Já tinha visto algumas fotos, mas depois de andar pela Vila vi imensas pinturas alusivas à pesca. De se ver…e fotografar! Foi das minhas coisas preferidas neste fim-de-semana.

5. Parar no Largo da Marinha e apreciar o que nos rodeia

Vale a pena parar por momentos e apreciar o ambiente neste largo. Era aqui, outrora, o ponto de encontro entre pescadores. É dos locais mais emblemáticos da vila, e é engraçado imaginar a agitação daqueles tempos!

6. Visitar a Fortaleza de Santiago

A “separar” as duas praias encontra-se a Fortaleza de Santiago. Construída algures no Séc. XVII, já serviu de fortaleza, alfâdega e por ultimo de quartel da Guarda Fiscal.

Actualmente dentro da Fortaleza tem um posto de turismo, um Museu e um restaurante. Muito bem conservado e com uma vista sob a baía fabulosa.

7. Jantar um bom Petisco no Restaurante Rodinhas

Bem, este ponto é O B R I G A T Ó R I O ! Que bom marisco aqui se come! Vale cada cêntimo, e pois, também cada minuto de espera. Convém ir cedo, porque se não as filas são intermináveis. Nós fomos um pouco antes das 20h e só conseguimos jantar às 21h! Grupos grandes aqui também podem ter alguma dificuldade em encontrar mesa. Grupo de até 4 pessoas é o ideal. O resto…bom o resto é mesmo manjar dos Deuses. Não aceitam reservas.

Para quem gosta de petisco (como eu!), aqui têm mesmo de vir!!!

O recomendado é a Roda de Marisco que custa 30€ e traz 4 variedades diferentes. Pedimos Sangria branca para acompanhar e mais um cesto de pão, no fim sobremesa, e foi o suficiente para duas pessoas (saímos de lá a rebolar).

Por duas pessoas pagámos 45€.

8. Almoçar no Restaurante Modesto

Adeptos de marisco e petiscos, como eu, vão entender. Depois de um Jantar maravilha no Rodinhas, o dia a seguir foi no Modesto (que também nos recomendaram). Estão sempre cheios, pelo que ir com dose de paciência é importante.

No Almoço optámos por comer um Choco Frito com Batatas Fritas (sim, sei. Bomba calórica óptima), umas ameijoas à bolhão pato (que saudades de umas boas ameijoas. Soube pela vida), acompanhado de pãozinho torrado e uma imperial. Melhor é impossível.

Por duas pessoas pagámos 25,10€.

9. Não perder o Pôr-do-Sol

Sendo este o meu momento favorito do dia, claro que não podia deixar de recomendar. Nós assistimos ao Pôr-do-Sol do Hotel, que por sua vez já fica bastante alto, e esta foi a vista:

Por-do-Sol visto do Hotel do Mar

Entretanto, já sabem que podem acompanhar todas as viagens pelo meu Instagram.

_____________________________________________

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares através dos meus links não terás nenhum custo adicional e ajudas-me a manter este blog ativo 🙂

_______________________________________________

GOSTASTE DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!

2 Comments

  1. Carlos Pelixo
    Maio 13, 2019 / 7:51 am

    Tudo Bom.

    Desde a simpatia do meu amigo Joao azevedo no Hote do Mar, ate ao Rodinhas,lugar que tambem aprecio bastante.

    So faltou uma visita a praia do cavalo ai bem pertinho.

    Boas viagens.
    Beijinhos

    Carlos

    • Vera Mendes
      Autor
      Maio 13, 2019 / 8:11 am

      Ola!

      Sim, sem duvida. Sei que a praia da ribeiro do cavalo é mesmo ali ao lado, mas o objectivo era mesmo não pegar no carro 🙂 eheh

      beijinhos
      Vera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »