Lagos: O Centro Histórico & Praia dos Estudantes

Num dos dias, com menos bom tempo (pelo menos de praia) decidimos fazer duas visitas. Lagos: o centro histórico de Lagos & Praia dos Estudantes, e pelo meio passámos também, na Praia da Batata. Visitar o Algarve em Outubro, tem coisas boas e menos boas, uma coisa boa é o facto de ter menos gente e os preços serem mais acessíveis, uma coisa menos boa, é o risco que corremos em apanhar ou não bom tempo.

| Ver mais artigos do Algarve: Visitar a Ponta da Piedade

Como desta vez decidimos ficar em Lagos, pois a ideia era explorar a zona, num dos dias fomos até ao centro.

Deixámos o carro próximo da Praia da Batata e e da Praia dos Estudantes, pois quanto mais no centro da cidade, pior de estacionamento, para além de que é zona paga na maioria dos sítios.

Assim sendo, vou-vos falar de cada um dos locais que visitámos nesse dia – Lagos: o centro histórico de Lagos & Praia dos Estudantes.

Praia da Batata 

A nossa primeira paragem foi na Praia da Batata, que fica mesmo dentro de Lagos. Devido ao mau tempo que estava, não havia ninguém na praia, mas o nosso objectivo também era o de explorar e não “fazer praia”.

A praia em si não é nada de especial, mas o que queria mesmo visitar era a Praia dos Estudantes, cuja passagem é feita através de um túnel.

Praia dos Estudantes 

Tivemos sorte quando visitámos a Praia dos Estudantes, uma vez que com maré alta não nos seria possível passar por entre o túnel e ir até à pequeníssima Praia dos Estudantes. O curioso desta praia é um arco que liga um penhasco ao outro. Não entendi muito bem para que propósito, mas que fica engraçado na paisagem, lá isso fica. Na verdade, foi essa curiosidade que me levou a visitar essa praia.

O arco característico da Praia dos Estudantes que liga os dois penhascos

Lá conseguimos uma foto de jeito 🙂

Centro Histórico de Lagos

Terminada a visita às praias, continuamos a pé até ao centro histórico de Lagos (tudo pertinho). A hora de almoço estava-se a aproximar e a ideia seria encontrar um sítio, no centro, para podermos almoçar.

No caminho passámos pelo Forte de Lagos, não chegámos a entrar, pois tinha bastante gente.

Seguimos e em menos que nada estávamos no centro histórico.

O Centro Histórico de Lagos é bem pequenino, e faz-se bastante rápido e bem a pé. Fiquei surpreendida com a quantidade de gente, e a maioria…estrangeiros! Verdade.

Sendo esta zona super turística, já sabia que não ia ser tarefa fácil encontrar um bom sitio para comer, e a preços acessíveis. Apetecia-me imenso comer Ameijoas à Bulhão Pato (mal sabia eu que seriam as ultimas dos próximos meses, e que o meu bébé estaria a caminho). Os preços praticados…caros, muito caros. Decidi usar o tripadvisor, e lá encontrámos o Restaurante O Charco.

Ameijoas à Bulhão Pato para mim, Dourada Grelhada para ele

Estava vazio quando chegámos, e rapidamente se encheu…também de estrangeiros. Arrisco dizer que era a única portuguesa na esplanada. Foi também o único restaurante com preços razoáveis, para aquilo que são os praticados para os portugueses. A maioria dos restaurantes que passámos, tinham os preços completamente inflacionados.

A seguir ao almoço, continuámos as nossas voltinhas pelo centro histórico, mas já não havia muito mais a explorar, e decidimos voltar para descansar.

Em Outubro, Lagos estava cheio de turistas…estrangeiros

O Centro Histórico de Lagos

|Ver mais artigos do Algarve: VISITAR PRAIA DONA ANA & PRAIA DO CAMILO|

Podem ainda ver no meu instagram os destaques sobre este dias no Algarve, e também seguirem-me no facebook.

_________________________________________________________

  • Reserva o teu alojamento no BOOKING
  • Se preferires alugar casa regista-te no AIRBNB
  • Descobre o melhor Seguro de Viagem na IATI Seguros ( e tem 5% de desconto)
  • Poupa dinheiro em viagem e faz já o teu cartão REVOLUT GRÁTIS

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares através dos meus links não terás nenhum custo adicional e ajudas-me a manter este blog ativo 🙂

__________________________________________________________

GOSTASTE DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Translate »