Este de Lombok: Gili Petagan, Kapal, Bidara e Kondo

Este de Lombok: Gili Petang, Kapal, Bidara e Kondo. Mas tantas Gilis? Sim! As mais conhecidas são sem dúvida a Gili Trawangan, Gili Air e Gili Meno, pela proximidade que estas têm de Bali, mas…não são as únicas em Lombok!

Aliás, Gili significa ilha pequena, e isso é o que não falta ao redor da ilha de Lombok! Mas quantos de vocês conhecem “outras Gilis”?

| Ver também o artigo: Guia de Sekotong e as “outras Gili” |

Finalmente hoje trago-vos as Gilis do Este de Lombok. Na verdade, as minhas preferidas de todo o sempre em Lombok. Já vão perceber porquê.

Das minhas fotos favoritas de todo o sempre! Aliás todas as que foram tiradas aqui!

Efectivamente, esta zona é pouco visitada pelos turistas. Por um lado compreendo o porquê. A maioria dos turistas vai com tempo contado, então não fica fácil dividir os dias com tanto que ver. Por outro lado, esta zona é ainda muito desconhecida! Na altura que visitámos, encontrei muito pouca informação. Em português zero, e em Inglês muito pouco.

Por ultimo, não é uma zona de acesso fácil. É necessário atravessar Lombok e devido as estradas movimentadas e próximo de zona montanhosa, não faz deste destino como sendo o mais escolhido.

Neste artigo, quero muito mostrar-vos porque devem incluir no vosso roteiro a zona Este de Lombok!Para vos ajudar, acrescento que fizemo-lo num day tour! Sendo que também é possivel ficar na zona, embora as possibilidade de alojamento são reduzidas.

Por isso, vamos focar-nos no tour de um dia, com saída bem cedo de manhã e regresso ao final do dia! Preparem-se para um dia cansativo, mas em cheio e de uma beleza incrível.

Custos: contratar um tour privado não custará menos que 700 mil rúpias, no entanto, sendo o motorista nosso amigo, negociámos por 600 mil rúpias.

Gili Kondo

Curiosidade: Já tínhamos tentado por duas vezes visitar a zona este de Lombok. Uma delas decidimos ir de mota, mas apanhámos um sismo de intensidade 6.2 na zona. Relembro que Lombok sofreu intensos sismos em Agosto de 2018, e uma das vezes estávamos a tentar ir para lá. Péssima ideia visto que o epicentro se localizava naquela zona. Claro que abortámos a missão. E só em 2019, conseguimos finalmente fazer a nossa visita, a que vos trago neste artigo.

| Ver também o artigo: 10 lugares imperdíveis em Lombok |

Planear a visita

Sendo o Rudi local tudo se torna mais fácil, mas quem vai pela primeira vez o meu conselho é que planeiem este tour com antecedência. Procurem motorista e forma de agendarem logo a tour do vosso hotel. Não foi simples encontrar alguém que alugasse barco, até porque ele vêm uma turista e encarecem logo os preços, por isso se conseguirem fechar logo o passeio no vosso alojamento será o ideal.

Outro conselho é de levarem comida para o dia. No caminho só há restaurantes locais. Claro se a ideia for comer comida local, a mesma não será dificil de encontrar. Mas para o passeio de barco aconselho a levarem bastante água, fruta e alguns snacks (bolachas, sandes, etc).

Se tiverem o vosso equipamento de snorkeling também podem levar. Para este tour, não acho necessário os sapatos de borracha, pois as praias onde paramos não têm corais na areia e faz-se bem de chinelos.

Claro, não se esqueçam do protector solar, toalha de praia, muda de roupa, óculos de sol.

Por ultimo, se tiverem Go Pro…levem! Não se vão arrepender.

E voilà, estão prontos!

Snorkeling tornou-se numa das minhas actividades favoritas

As árvores Sambelia 

Primeira paragem: as árvores Sambelia! Em toda a ilha de Lombok, é apenas possivel ve-las aqui. E o melhor, na nossa visita às Gilis do Este de Lombok, a passagem por este parque para além de ser de caminho, é obrigatória.

Wooww para estas árvores

Praticamente aos “pés”do Monte Rinjani, estas árvores ficam num localizadas num parque pequenino, e a entrada é grátis.

O Monte Rinjani como pano de fundo

Sendo esta zona ainda pouco explorada pelo turismo, não existe grande opção de restaurantes à volta. Dentro da área do parque há um Warung (restaurante local) onde é possivel comer comida local (para mim um pesadelo só haver na altura comida picante), e beber um café por uns instantes.

Apenas um Warung (restaurante local) junto das àrvores em Sambelia

As árvores são lindíssimas, só achei uma pena o governo de Lombok não cuidar deste património e estar um pouco largado aos locais. Estava por isso, um pouco sujo infelizmente. Mas ainda assim, nada ofuscou a beleza do local.

O Parque é bastante pequeno mas as árvores são fantásticas

Snorkeling pelas Gilis

Antes que ficasse tarde, decidimos ir embora de Sambelia, e fomos de encontro ao nosso objectivo: encontrar um barco para nos levar em tour pelas Gilis de Este de Lombok.

Digo-vos já que não foi fácil. Ao contrário de Bali, ou mesmo de outras zonas de Lombok, onde o turismo já está bastante implementado, a zona Este de Lombok ainda é pouco explorada.

Como não tínhamos nada marcado e nem sabíamos de onde saiam os barcos andámos pela zona a tentar descobrir algum contacto que nos levasse. Sorte a minha o Rudi ser local, que ajudou na negociata. Finalmente, encaminharam-nos alguém disposto a levar-nos e negociámos a tour por 500 mil rúpias, com equipamento de snorkeling incluído. A tour deve ter demorado 3 a 4 horas. O preço normal para este tipo de tour ronda as 800 mil rúpias para 5 / 6 pessoas.

O barquinho que nos levou a estar tour pelas ilha do Este de Lombok

Nota: os corais nesta zona estão super bem preservados e bastante vivos e bonitos. Acreditem que foram dos mais bonitos que vi na minha vida (e atenção que tinha vindo bastante impressionada das Filipinas). Por isso, e ao contrario do que acontece na Gili Trawangan, Meno e Air, nesta zona há limitação do numero de barcos que pode circular. Só para terem uma noção, o nosso barco era o único! O que já não acontece nas Gilis “mais famosas”, onde há imensos barcos na água simultaneamente.

Adoro snorkeling, já o jeito para o snorkeling não sei se tenho (a avaliar pela imagem) ehehe

Gili Petang

Já dentro do barco, partimos entusiasmados sem saber exactamente o que nos esperava. Como pano de fundo tínhamos em terra o Monte Rinjani, e apenas nós no mar.

Espectacular esta entrada no pantâno

A primeira paragem, que não foi bem uma paragem, mas sim uma passagem, foi pela Gili Petang. Completamente no mar, quando a maré assim o permite, encontramos um pequeno pântano (mangrove), que é possivel de atravessar.

Tivemos sorte, que a maré permitiu que atravessássemos e ainda tirámos muitas fotos:

Incrível este local em alto mar

Gili Kapal

Saídos de Gili Petang, e completamente em êxtase, mal sabíamos que iríamos encontrar algo ainda melhor: Gili Kapal!

Sem dúvida que este pequeno banco de areia, no meio do nada, se tornou no ponto alto desta tour.

Valeu a pena cada segundo nestes locais, exclusivos para nós

Tudo ajudou: a maré que deixou que conseguíssemos ver esta ilha (quando está maré cheia não é possivel), o tempo que estava maravilhoso, um sol fantástico. E uma vista ao fundo da ilha de Sumbawa.

P-E-R-F-E-I-T-O!

Como assim não viemos mais cedo fazer esta tour? Nem o Rudi conhecia, acreditam?

Claro que tirámos milhares de fotos. Sozinhos, os dois, com o barco para a frente, para trás. Mas digam lá que não valeu a pena? Dá vontade de partilhar as fotos todas!

Foto tirada com Go Pro para terem uma ideia desta pequena ilha

Gili Bidara

De seguida, fomos até Gili Bidara, mas antes ainda parámos para um dos melhores snorkelings da minha vida! O mar que mais parecia uma piscina, e uns corais lindíssimos. Vê-se perfeitamente que a zona é pouco explorada e a vida marinha está bastante preservada.

Quando estávamos cansados do snorkeling fomos até à praia de Gili Bidara. Passámos aqui bastante tempo.

A chegar a Gili Bidara

A água super cristalina. A praia de areia branca, e infelizmente, devido a estarmos na época das chuvas, o mar “cospe” todo lixo. Ainda trouxemos bastante lixo que apanhámos.

Água super cristalina, de areia fina, e sem corais

Não fosse isso, esta ilha seria perfeita. E vazia.

Gili Kondo

A ultima paragem do dia: Gili Kondo! A ilha também mais perto de Lombok e por isso, já com mais movimento. Os locais costumam ir para a ilha fazer campismo selvagem, e na verdade nem sempre respeitam a natureza. A ilha infelizmente estava bastante suja.

Bem Vindos a Gili Kondo

Por esta altura, já o Sol se estava a esconder e sinceramente foi a ilha que gostámos menos. Ficámos por um bom bocado e depois decidimos voltar a Lombok.

Gili Bidara mesmo à nossa frente

Últimas fotos por Gili Kondo

Onde ficar ?

Claro que depois destas fotos não vão querer perder este pedaço de paraíso e incluir nas vossas visitas a Lombok, certo?

Como referi no inicio deste artigo, não é fácil encontrar alojamento nas redondezas, mas na altura que visitei encontrei um alojamento bom, onde ficou o nosso carro e onde acabei por trocar de roupa. Fiz uma breve pesquisa e pareceu-me bem. Na altura ainda ponderámos ficar uma noite, mas achámos que não era necessário e decidimos fazer o caminho de volta (umas 3h ou 4h até Praya).

| Marcar alojamento aqui : BIDARA COTTAGE |

Entrada para Bidara Cottage, onde deixámos o nosso carro e quem nos encontrou um pescador para nos levar em tour

Para além deste local, para os nossos standards, não encontrei mais nada. Mas para quem só quer ir em Day Tour, pode fazer como nós: ir e vir. Pode ficar em Senggigi ou em Mataram por exemplo. Nós ficámos na cidade de Praya, onde estávamos a morar na altura.

| Ver também artigo: Lombok – Visitar a Costa de Senggigi |

Segue-me nas redes sociais e não percas nenhuma das minhas viagens: Instagram, Facebook e Youtube.

_________________________________________________________

  • Reserva o teu alojamento no BOOKING
  • Se preferires alugar casa regista-te no AIRBNB
  • Descobre o melhor Seguro de Viagem na IATI Seguros ( e tem 5% de desconto)
  • Poupa dinheiro em viagem e faz já o teu cartão REVOLUT GRÁTIS

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares através dos meus links não terás nenhum custo adicional e ajudas-me a manter este blog ativo 🙂

______________________________________________________

GOSTASTE DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Translate »